Bem vind@s ao Blog da Casa do Brasil- Argentina!

É com imenso prazer que inauguramos o nosso blog Casa do Brasil/Argentina. Aqui a ideia é compartilhar informações que não cabem nas salas de aula e no site da Casa do Brasil ou continuar discussões iniciadas nas salas de aula, dar um parecer para as atividades indicadas pelo site, acessar exercícios, ter conhecimento de projetos da Casa, dos professores e, principalmente, dos alunos.
Sejam bem vindas e bem vindos. A Casa do Brasil é sua! O blog da Casa do Brasil é seu!

Casa do Brasil - Escola de Línguas - Av. Callao 433 8º (1022) Buenos Aires - Argentina - Tel. (54 11) 4371.7063 / 3660 / 6634 info@casadobrasil.com.ar

Casa dos Curtas

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Ciclo de Cine: Ensaio sobre a Cegueira, quinta 27/07/10

Ensaio Sobre a Cegueira – Dir: Fernando Meirelles




Del director de Ciudad de Dios, Ensaio sobre a Cegueira es un film basado en el libro del Nobel de Literatura, y recientemente fallecido, José Saramago. La película narra cómo una misteriosa epidemia de “ceguera blanca” azota todo un país. Los afectados son puestos en cuarentena y olvidados. Aumenta el temor y la crisis en el país mientras que los aislados se vuelven presa de sus más bajos instintos.



Elenco: Mark Ruffalo, Gael García Bernal, Danny Glover y gran elenco Duración: 121 min
Año: 2008
Doblada al Español

19:15hs – Auditorio Casa do Brasil


ENTRADA LIBRE Y GRATUITA (hasta colmar capacidad de sala)

Ciclo de Charlas: José Saramago, Martes 30 de Julio

En un homenaje al recientemente fallecido, José Saramago, la profesora Giselle Nunes nos brindará una charla participativa en la que recorrerá lo mejor de la Literatura de este gran autor Portugués.


Martes 30 de Julio
19:30 hs.


Auditorio de Casa do Brasil


ENTRADA LIBRE Y GRATUITA (reservas a cultura@casadobrasil.com.ar )

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Miriam Alexandre canta Chico Buarque no La Vakita em 31/07


Invitados especiales:


María Paula Godoy – voz

Gabriela Waciarz/Martín Caraci – Voz & Violão

Claudio Oliveira - danza

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Ciclo de Música Brasileña: Marcela Viciano y Juan Pola, quinta, 27/07



La cantante y compositora argentina se presentará, junto al músico Juan Pola, en el Auditorio de Casa do Brasil para presentarnos lo mejor de la MPB como parte del proyecto que comparten dedicado a la música popular de diferentes tiempos y lugares de Brasil, incluyendo también algunas composiciones propias.


http://www.marcelaviciano.com.ar/

http://juanpola.blogspot.com/

19:30hs – Auditorio Casa do Brasil


ENTRADA LIBRE Y GRATUITA (hasta colmar capacidad de sala)

Ciclo de Cine: “Diálogos entre la literatura y el cine

Nesta quinta, 22/07, às 19:15, no auditório da Casa do Brasil (6o  Andar)
Dois Perdidos numa Noite Suja – Dir: José Joffily


Nova York, 2001. Paco (Débora Falabella), que é uma mulher que se chama Rita mas odeia ser assim chamada, tinha feito sexo oral com um "cliente" em um banheiro público. A situação saiu do controle, pois ele descobriu que Paco era uma mulher e ficou violento, e apenas não não piorou devido à interferência de Tonho (Roberto Bomtempo), que limpava o local e deixou o "cliente" desacordado. Paco aproveita a situação para roubá-lo, mas como tinha feito Tonho perder o emprego divide com ele o dinheiro. Eles então descobrem que ambos são brasileiros. Tonho, com saudades de falar português, convida Paco para ficar no seu "apartamento", que é na verdade um galpão abandonado. Tirando o fato de serem estrangeiros eles nada têm em comum. Enquanto Paco é uma pessoa bem determinada e agressiva, Tonho é humilde, mas está cansado de subempregos e quer voltar para o Brasil. Paco por sua vez sonha alto e quer se tornar uma mega popstar. Por falta de opção e necessidade eles vivem um cotidiano infernal, no qual Paco agride verbalmente Tonho praticamente o tempo inteiro. Esta convivência forçada de dois imigrantes que vivem à margem da sociedade irá revelar gradativamente a falta de esperança por uma vida mais digna.




'Elenco: Roberto Bontempo y Débora Falabella - Duración: 100 min

Ano: 2002
Legendas em  espanhol

http://www.adorocinema.com/filmes/2-perdidos-numa-noite-suja#ficha-tecnica

terça-feira, 20 de julho de 2010

Passeio no MALBA - sábado 17 de julho de 2010

turma de Proficiência, com a professora Adriana Almeida

segunda-feira, 19 de julho de 2010

City Tour em Português II(Brasil: Questões Contemporâneas e Conversação)

No último sábado, 21/07, entre as 14 e as 18 horas, fizemos uma atividade de encerramento e integração entre os estudantes  dois cursos especiais sob  a responsabilidade do prof. Alex Simões: Conversação e Brasil: Questões Contemporâneas.

O professor, Lucha Hermilla, Cristian Mansilla, na frente da Embaixada

Desta vez, fomos à Embaixada do Brasil,
ver a exposição sobre a obra de Oscar Niemeyer e em seguida fazer um tour pela Avenida Alvear, ouvindo do nosso guia informações preciosas sobre o contexto histórico e as construções do local.

Alendro Kazanietz, o nosso guia




No centro, Deivisson Carvalho, professor de Português para Estrangeiros do PEEPFOL-UNB (Brasília)
                                                                                                      









 Karina Azimonti, vendo fotos da catedral de Brasilia                            
Devisson e Roberta, dois brasilienses, falando sobre a cidade que Niemeyer projetor: o saber local em ação


Hilda Mendoza e Ale: um grande encontro!


Oscar Niemeyer, o arquiteto
Ariel Hepner, o DJ e porteño de ley
Da esquerda para a direita: Deivisson, Roberta, Ariel, Alejandro, Cristian, Alex, Lucha, Hilda, Karina Marcela, Silvina


Onda de calor deixa Rússia em alerta e mata ao menos 230 pessoas

Termômetros marcaram temperaturas recordes na Rússia nesta sexta-feira, chegando a mais de 30º C em diversas regiões do país. A onda de calor pegou muitos russos e turistas de surpresa, e o tempo quente deve continuar por no mínimo duas semanas, apontam meteorologistas.




Veja galeria de fotos da onda de calor na Rússia



A situação foi descrita pelo vice-premiê russo Viktor Zubkov como "muito séria", após o governo ter declarado estado de Emergência em 18 Províncias. A onda de calor já causou a morte de ao menos 230 pessoas somente na Rússia, em grande parte devido ao hábito de beber vodka enquanto se refrescam em lagos, rios e mares, aumentando a probabilidade de casos de afogamento.

Garotos russos se refrescam em fonte em Moscou, após país registrar temperaturas recordes de mais de 33ºC

As altas temperaturas atingem grande parte da Europa e até outros países do hemisfério norte, como EUA e Canadá, mas as imagens são mais surpreendentes na Rússia, país que o mundo está acostumado a associar com o frio.




Diversas fontes e parques de Moscou ficaram lotados de mulheres de biquínis e crianças se refrescando. Dos Montes Urais ao parque Kolomenskoie, na capital, os russos tiveram que encontrar maneiras de combater o calor.



O calor causou problemas para a agricultura. Um incêndio já consumiu mais de 26 mil hectares de floresta, no que já é considerada a pior seca da Rússia no último século.



Em outros países da Europa Oriental o número de mortes por afogamento aumentou desde que as temperaturas atingiram níveis recordes, já que muitas pessoas buscam refúgio lotando lagos, mares e rios.



ANO MAIS QUENTE DA HISTÓRIA



O mundo está vivendo o ano mais quente já registrado, o que provoca secas generalizadas, segundo meteorologistas dos EUA.



O primeiro semestre de 2010 superou o primeiro semestre de 1998, até então o recordista, em 0,03F (0,0167C), segundo Jay Lawrimore, chefe de análise climática do Centro Nacional de Dados Climáticos, uma instituição federal norte-americana.



"Tivemos um episódio do El Niño na primeira parte do ano, que já acabou, mas contribuiu com o aquecimento não só do Pacífico equatorial como também contribuiu com temperaturas globais anormalmente quentes", disse ele.



O calor foi anormal em grande parte do Canadá, da África, dos oceanos tropicais e do Oriente Médio.



O norte da Tailândia enfrenta sua pior seca em 20 anos, e Israel tem a maior estiagem desde a década de 1920. Na Grã-Bretanha, este é o ano mais seco desde 1929.



Em junho, o gelo do oceano Ártico chegou à sua menor espessura já registrada.



LA NIÑA



O segundo semestre deve sofrer a influência do fenômeno La Niña -- que, sendo o contrário do El Niño, causa o resfriamento das águas do Pacífico. Não se sabe, portanto, se 2010 vai superar 2005 como o ano mais quente.



Nos EUA, no entanto, a transição para o La Niña costuma deixar o clima mais seco e quente no cinturão agrícola do Meio-Oeste. O serviço de meteorologia agrícola Cropcast previu que nos próximos meses a temperatura pode passar dos 35C no leste de Nebraska, Iowa e oeste do Missouri. Antes que isso aconteça, porém, este junho foi apenas o oitavo mais quente já registrado no país.


O calor tem um efeito especialmente nocivo sobre a polinização, enquanto o clima seco afeta as lavouras de feijão, segundo os meteorologistas.


Lawrimore disse que alguns Estados da Costa Leste dos EUA também estão enfrentando seca, mas por enquanto o fenômeno é moderado e se concentra em 8 por cento do país. Nesta mesma época em anos anteriores, a seca afetava 15 por cento do país, e em 2007 chegou quase à metade.

Fonte:
http://www1.folha.uol.com.br/mundo/768303-onda-de-calor-deixa-russia-em-alerta-e-mata-ao-menos-230-pessoas.shtml


Sugestão de Matéria: Fabrício Müller

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Caribantu en La Vakita 17/07/10

Mais uma vez se apresenta o grupo Caribantu, tocando samba brasileiro com sotaque argentino e com qualidade. Cristian Mansilla, o rapaz do cavaquinho, é nosso aluno do 4o nível e um dos idealizadores do grupo, com mais de dois anos de atividades, pesquisas, muito ensaio e muitas apresentações.

Desta vez, a banda terá uma tímida (e ao mesmo tempo sem-vergonha) participação de Alex, o blogueiro, professor e... cantor de meia-tigela. Pra sorte dos que puderem ir, ele só cantará duas músicas, mas o Caribantu vai dar um verdadeiro show de samba, com mais de uma hora de apresentação. Não percam!



Diálogos entre la literatura y el cine: Budapeste

Nesta quinta, 15, de julho, às 19:15, no Auditório da Casa do Brasil




BUDAPESTE

José Costa (Leonardo Medeiros) é um ghost-writer, escritor especialista em escrever livros para terceiros sob a condição de permanecer anônimo. Na volta de um congresso, Costa é obrigado a fazer uma escala imprevista na cidade de Budapeste, o que desencadeará uma série de eventos envolvendo-o em uma surpreendente história. Casado com Vanda (Giovanna Antonelli), uma famosa apresentadora de telejornais, Costa conhece Kriska (Gabriella Hámori) em Budapeste. Com ela aprende húngaro, que segundo dizem, "é a única língua que o diabo respeita". Durante as diversas idas e vindas entre o Rio de Janeiro e Budapeste, Costa se alterna entre o seu enfeitiçamento pela língua húngara transformada em paixão por Kriska e suas raízes pessoais ancoradas no seu amor por Vanda. Baseado no famoso livro de Chico Buarque, Budapeste nos leva a uma fascinante viagem de um homem separado entre dois continentes e dividido por duas mulheres.


Elenco: Leonardo Medeiros, Gabriella Hámori, Giovanna Antonelli y elenco Duración: 98 min

Año: 2008
En português, sem legendas




Fotos de Brasileiros e Argentinos na Guerrin II

Vejam novas fotos de outro encontro entre alunos dos professores Mario Gallicchio e Cibele Nascente


Alguns alunos presentes:

Rodrigo Billordo, André Luis De Lacerda, André Luis de Lacerda, Eduarda Betina, Vanessa Alessandra Luiz, Bruno Pereira Nunes de Souza, Vinícius Pires, Vinicius Barbosa Bosque Pires, Isa Maria Rodrigues, Patrícia Santos, Simone Silveira de Souza Homsy , Mateus Trigueinos de Santana























sábado, 3 de julho de 2010

City Tour em Português (Brasil: Questões Contemporâneas)

BUENOS AIRES EM PORTUGUÊS

Da esquerda para a direita: Alex Simões, Alejandro Kasanietz,
Luciana Hermila, Cristian Hurtado, Josefina Bullrich, Ariel Hepner

No “Brasil Questões Contemporâneas”, curso especial das noites de segunda, falamos de tudo. Lemos “A Cabeça do Brasileiro”, de Alberto Carlos Almeida, como ponto de partida, mas nos permitimos discutir e escrever sobre aquilo que nos toca, estudantes e professor, e isso inclui não só nossas opiniões sobre aspectos sociais e políticos do Brasil e da Argentina no âmbito do Mercosul, como também nossas experiências pessoais. Como em todos os grupos em que conduzo as aulas, temos uma lista de discussão, e foi através dela que Alejandro nos contou ter guiado pela primeira vez em português[1], e na aula seguinte nos demonstrou orgulho e alegria por seu feito. A partir de seu email repondi enviando links para alguns sites[2] com informações sobre Buenos Aires em português. E foi a partir dessa discussão que ocorreu a ideia de fazermos um city tour em Buenos Aires em português. Desse modo estaríamos praticando a língua-alvo e todos, principalmente o professor, estaríamos usando a língua em uma situação socialmente significativa, em coerência com a proposta da Abordagem Comunicativa Intercultural e do Ensino Baseado em Conteúdos.

Foi assim que nos vemos, em pleno domingo, às dez horas da manhã, na frente da pirâmide de Mayo. O trajeto ficará por conta dos principais agentes desse processo: Alejandro, Cristian, Josefina, Luciana, Ariel. De minha parte, creio ser suficiente narrar um pouco a experiência da perspectiva de quem aprende ensinando e ensina aprendendo. Ao mesmo tempo que eu revia uma cidade que conheço um pouco, complementando com conhecimentos do guia Alejandro, que é arquiteto de formação e especialista em Roteiros Culturais, e com os conhecimentos do nativo, íamos, a partir das questões que surgiam (na exposição dos guias e nas perguntas e complementações dos guiados) ia, na medida do possível, corrigindo, ajustando, trazendo novas expressões em português que pudessem traduzir a experiência riquíssima que estávamos vivendo.

Sobre a tradução e a correção possível, vai mais uma lição aprendida dos estudantes. É o próprio Alejandro que nos traz uma anedota sobre a impossibilidade de traduzir certos termos. Nos conta que, no Tigre, é comum ouvir guias fazendo tradução simultânea “para o pessoal do Brasil”, explicando o inexplicável ou o que dispensa explicação. “Río de La Plata” para o pessoal do Brasil, “da Prata”. E essa foi uma das anedotas que promoveu, à medida que as horas avançavam, o aprofundamento de uma cumplicidade num grupo muito especial. Um grupo que sabe o que quer e que se propõe a aprender da melhor forma: partilhando experiências.


Alejandro, O Guia

Como professor, posso dizer da importância de irmos para a sala de aula desarmados no sentido de não sermos extremamente rígidos com os conteúdos. Há que se abrir a cabeça e os sentidos para os que os estudantes nos têm a oferecer. Além disso, as ferramentas da web 2.0 (em nosso caso a lista de discussão e os blogs) proporcionam alternativas para a livre expressão dos sujeitos, considerando que o espaço da sala de aula tem suas limitações e tradicionalmente é um lugar de expressão restrita de nossas opiniões. E finalmente como um brasileiro em Buenos Aires, me sinto privilegiado por ter participado deste encontro, que terá um segundo momento no próximo domingo. Nunca trabalhei com tanto prazer num final de semana, porque de fato fui trabalhar por prazer: prazer de partilhar, prazer de aprender muito, prazer de ensinar um pouco que sei.


A turma e Peron

[1] “Quero compartilhar uma coisa que me aconteceu hoje:


Ligaram para mim, de uma agência, para fazer um city tour en espanhol. Vocês sabem que eu trabalho em inglês ou italiano, mas nunca em espanhol.

Me deram os nomes dos turistas, e para mim vinham da Espanha. Os sobrenomes nao me diziam a origem....mas eram todos brasileiros. Eles pagaram um city tour em espanhol....porque é mais econômico.....mas eu decidi  fazê- lo em português.
Hoje foi a primeira vez!!!! Foram 4 horas. Eles aceitaram minha proposta de me ajudar com o vocabulário. Aprendí muitas palavras da linguagem técnica dos guias...e todos ficamos contentes...muito contentes!!!!” (Alejandro Kazanietz, 21/04/2010, correio eletrônico em lista fechada para os estudantes desta turma)
Foi uma injeçao de portugês, que me deu até vontade de escrever!!!!!

[2] http://www.bue.gov.ar/audioguia/# http://estatico.buenosaires.gov.ar/areas/turismo/imagenes_guias/guia_bsas_portugues.pdf http://www.buenosaires-sem-segredos.com/



um abraço,

quinta-feira, 1 de julho de 2010

FESTA DE SAO JOAO el DOMINGO 4/07/10, a las 15 hs

FESTA DE SAO JOAO  el DOMINGO 4/07/10, a las 15 hs


En el salón del Centro Armenio, en Armenia 1353 (entre Niceto Vega y Cabrera), Palermo Soho.

Las entradas cuestan $ 25 (venta anticipada) o $ 30 en el mismo día.

Grupos: Pulo do Gato y Banda de Forró.

Brasilleiros e Argentinos na Guerrin

No dia 24/07, noite de São João, os alunos de 3o Nível de Espanhol, do professor Mario Gallicchio, e os alunos de Proficiência, da professora Cibele Barbosa, participaram de uma atividade muito legal, de integração dos grupos, na qual os participantes tiveram a oportunidade de praticar as duas línguas, o espanhol e o português e, principalmente, puderam se conhecer, trocar informações, em um ambiente interativo e fora da sala de aula: a tradicional pizzaria Guerrin. A professora Cibele contou, muito emocionada, que uma aluna deu um depoimento sobre a atividade, dizendo que foi uma daquelas coisas que talvez nunca vão se repetir, de tão boa que foi a atividade. Mario também estava tão empolgado que na mesma noite enviou as fotos que seguem abaixo. Mas esperamos que atividades como esta se repitam, sim. Eu mesmo já propus a Mario fazer algo parecido com a minha turma de Conversação. Vamos ver se rola.

Vejam vocês mesmos a alegria estampada nos rostos dos presentes:

Da turma de Espanhol:  Nívea Damascena, Marc Marinho de Alcântara, Fátima Siqueira de Lima, Paula de Souza Schmitz, Denise Sayuri Sakaragui, Juliana Moreno Forte (que convidou seu marido argentino, Pablo, e seu filho).

Da turma de Português (Proficiência): Laura Pereyra, Viviana Gonzalez, Debora Dulevich, Fede Mariani, Antonella Calandra, Soledad D`Erasmo, Natalia Masetti,Carina Sansaloni, Santiago Palacini.


Mario Gallicchio à esquerda e as turmas



à esquerda, a professora Cibele e alguns alunos



BRASIL!!!










Brasil, Argentina, Casa do Brasil.




Brasil+ Argentina = Casa do Brasil

terça-feira, 22 de junho de 2010

Concurso LOGO – Casa do Brasil – 20 años

Concurso LOGO – Casa do Brasil – 20 años



CONVOCATORIA

En el marco de los festejos por el cumpleaños Nº 20 de Casa do Brasil, abrimos la convocatoria al concurso del LOGO. El diseño ganador acompañará las diferentes actividades y eventos organizados por la Escuela durante el 2010.

La presentación en público será durante la Fiesta de Casa do Brasil, el sábado 28/08/2010.

BASES Y CONDICIONES


TEMA Y PARTICIPANTES


El objetivo del concurso es el diseño de un logo conmemorativo del vigésimo aniversario de Casa do Brasil. El mismo acompañará al logo institucional durante este año de festejo.

Podrán participar todos los alumnos y/o ex alumnos de Casa do Brasil de residencia en el país durante este ciclo lectivo. La participación deberá ser individual y cada persona podrá presentar 1 (un) diseño inédito.

PRESENTACIÓN Y CONSULTAS

Los concursantes podrán presentar sus trabajos desde el 07/06/2010 hasta el 20/08/2010.

Cada participante deberá presentar el logo diseñado en un sobre cerrado que contenga: el logo en soporte de papel (medidas A4 o A3), la planilla de inscripción (que deberá ser solicitada vía mail al área de Cultura de casa do Brasil) y una copia del logo en CD en formato jpg. No serán aceptados los trabajos que no sean presentados de esta forma.

Las obras no llevarán en su frente inscripción alguna que identifique al concursante, debiendo figurar al dorso del logo (en soporte de papel) el nombre del Concurso, título de la obra y seudónimo del autor.

Los trabajos deberán ser colocados en una urna destinada para tal fin que estará ubicada en el 8º piso de la Escuela.

El medio para evacuar dudas y solicitar la planilla de inscripción y demás datos será a través del mail cultura@casadobrasil.com.ar

PREMIOS

El jurado seleccionará 1 (una) pieza ganadora y 1 (una) mención especial.

El ganador del primer premio recibirá 1 beca completa para realizar un nivel (regular / intensivo) en fecha a confirmar con el ganador.

La mención especial recibirá un DVD o CD a elección de la Librería de Casa do Brasil.

JURADO

Todos los diseños recibidos serán evaluados por un jurado compuesto por:

Prof. Juan Carlos Videla, profesor de Diseño de Nueva Escuela

Lic. Ricardo Manetti, referente del ámbito de la cultura

Lic. Fabricio Müller, Director Ejecutivo Casa do Brasil



El fallo del jurado será inapelable.

La presentación formal del logo ganador será el día 28 de agosto durante la Fiesta de Casa do Brasil en el Bauen Hotel.

CONSIDERACIONES GENERALES



Los trabajos ganadores quedarán bajo custodia de Casa do Brasil y no serán devueltos.

La sola participación en el concurso implica que los autores de las obras premiadas y seleccionadas ceden gratuitamente todos los derechos patrimoniales que les corresponden sobre sus obras.

Los participantes seleccionados autorizan expresamente a Casa do Brasil a la exhibición, difusión, representación y reproducción de las obras, en forma total o parcial, en cualquier soporte, y sin límites temporales, espaciales, de pasadas, o de otra naturaleza y en forma exclusiva. Los autores podrán solicitar autorización a la entidad convocante para difundir su obra en forma pública/privada.

Cualquier situación no determinada en el presente reglamento, será resuelta por las entidades convocantes y su decisión será inapelable.

El hecho de inscribirse y participar de este concurso implica la aceptación total de las cláusulas anteriormente presentadas.

Casa do Brasil agradece expresamente a NUEVA ESCUELA y al

Lic. Ricardo Manetti por la colaboración.

Cultura - Casa do Brasil – Junio 2010

Festa Junina




Festa Junina


O mês de Junho no Brasil é o mês da Festa Junina, caracterizada pelas danças, comidas típicas, bandeirinhas, além das peculiaridades de cada região do país. Ela se inicia no dia 12 de Junho, véspera do Dia de Santo Antônio e encerra no dia 29, dia de São Pedro. O ponto mais elevado da festa ocorre entre os dias 23 e 24, o Dia de São João. Durante os festejos acontecem as quadrilhas, os forrós, leilões, bingos e os casamentos caipiras.

O nome “junina” é devido à sua procedência de países europeus cristianizados. Os portugueses foram os responsáveis por trazê-la ao Brasil, e logo foi inserida aos costumes das populações indígenas e afro-brasileiras.

A festa de São João brasileira é típica da Região Nordeste. Em Campina Grande, na Paraíba, a festa junina atrai milhares de pessoas. A canjica e a pamonha são comidas tradicionais da festa na região, devido à época ser propícia para a colheita do milho. O lugar onde ocorrem os festejos juninos é chamado de arraial, um espaço ao ar livre cercado ou não, e onde há barracas ou um galpão adaptado para a festa.

As festas de São João são ainda comemoradas em alguns países europeus católicos, protestantes e ortodoxos. Em algumas festas européias de São João são realizadas a fogueira de São João e a celebração de casamentos reais ou encenados, semelhantes ao casamento fictício que é um costume no baile da quadrilha nordestina.

( Texto site Brasil Escola, por Patricia Lopes)

Colaboração da professora Greice Silva

Concurso de Redação – Casa do Brasil – 20 anos

Concurso de Redação – Casa do Brasil – 20 anos




REGULAMENTO

Artigo I - Do objetivo

1. Em comemoração aos 20 anos da Casa do Brasil, a Escola promoverá o Concurso de Redação para alunos dos cursos regulares e especiais. O objetivo do concurso é incentivar os estudantes a escrever sobre a Língua Portuguesa, o Brasil e sua cultura, destacando o papel da Casa do Brasil como centro difusor da língua portuguesa e da cultura brasileira em Buenos Aires.

Podem ser abordados os seguintes tópicos:

a. O processo de aprendizagem de português para um falante de espanhol ou “como deixar de lado o “portunhol”;

b. A importância de aprender português no âmbito do trabalho.

c. O conhecimento da língua e da cultura como um caminho para a integração econômica e cultural Brasil-Argentina, etc.

Artigo II - Das inscrições

2. O concurso de redação será realizado no período compreendido entre 14/06 e 20/08 de

2010.

3. Cada aluno/a poderá participar com apenas um texto.

4. O concurso terá duas categorias de concorrência: nível básico-intermediário (para alunos de 1º a 4º níveis) e nível avançado (para alunos de 5º, 6º e Proficiência, além dos alunos dos cursos especiais).

5. Para participar do concurso, o (a) concorrente deverá ser aluno(a) regularmente matriculado no primeiro semestre de 2010.

6. A redação deverá ser escrita de modo legível, com caneta esferográfica preta ou azul.

7. Cada redação deverá ter não menos de vinte e não mais que quarenta linhas manuscritas.

8. O(a) concorrente deverá entregar sua redação manuscrita ao professor que se encarregará de entregá-la ao comitê avaliador devidamente selecionado ou deverá colocá-la em uma urna destinada para tal fim, que estará localizada no 8º andar da escola, em um envelope, com o título “concurso de redação”. A data limite para o envio das redações é 20/08/2010.

9. As redações serão julgadas por uma comissão composta por três jurados:

• Lic. Luiz Carlos Folster;
• Lic. Adriana Almeida;
• Lic. Giselle Nunes.

10. A decisão da comissão julgadora será considerada irrevogável, não cabendo por parte
do participante qualquer tipo de ação recorrente.

11. A redação será desclassificada caso a comissão perceba que a mesma não foi escrita
pelo aluno.

12. A participação no concurso implica a aceitação das bases.

ARTIGO III – Dos critérios de seleção

O texto produzido será avaliado de acordo com os seguintes critérios:

a) Adequação à proposta.
b) Argumentação.
c) Coerência (clareza, organização das ideias).
d) Gramática.

ARTIGO IV – Da premiação

Categoria 1: Nível Básico-Intermediário

1º lugar: uma bolsa de estudos completa para cursar um nível (regular/intensivo), em data a combinar com o vencedor;
2º lugar: um livro de literatura (ou PLE);

As cinco melhores redações serão publicadas no site da Escola.

Categoria 2: Nível Avançado

1º lugar: uma bolsa de estudos completa para um curso especial de um quadrimestre, em data a combinar com o vencedor;
2º lugar: um livro de literatura (ou PLE);

As cinco melhores redações serão publicadas no site da Escola.

As redações enviadas não serão devolvidas.

O resultado será anunciado no site da escola até o dia 26 de agosto de 2010 e a premiação será feita na Festa da Casa do Brasil (28/08/2010).


Buenos Aires, 7 de junho de 2010

Brasil aprueba una ley en favor de la igualdad entre las razas

Brasil aprueba una ley en favor de la igualdad entre las razas


18/06/10 Fue 122 años después de abolir la esclavitud. La norma levanta críticas.

PorEleonora Gosman
San Pablo. Correspons
DEUDA. LULA SANCIONARA AHORA LA LEY QUE LLEVA UN RETRASO DE 122 AÑOS, CUANDO SE ABOLIO LA ESCLAVITUD.


A 122 años de la abolición de la esclavitud, Brasil tiene ahora su primera ley que establece la igualdad de los ciudadanos independientemente de su color de piel. El Congreso aprobó ayer el Estatuto de la Igualdad Racial, un paso para promover la inclusión de negros, mulatos y pardos. El texto, que ahora deberá ser sancionado por el presidente Lula da Silva, no conformó sin embargo a la comunidad negra brasileña, que en pleno siglo XXI no dejó aún de sufrir la discriminación.


Entrevistado por Clarín, el padre franciscano David Raimundo dos Santos subrayó que el Estatuto votado es una “traición” pues no contiene elementos esenciales que obligan a la inclusión igualitaria. En esencia, fueron eliminados del proyecto original los párrafos que imponían el sistema de cupos para personas de color tanto en las universidades como en los partidos políticos, en los poderes públicos y en las empresas públicas y privadas. “Somos 51% de la población brasileña y sin embargo carecemos de un poder político acorde con nuestra importancia poblacional”, declaró el sacerdote que dirige la organización no gubernamental Educafro.

¿Usted ve un Brasil aún racista?

¿Cómo llamaría usted una situación en la que los negros representan apenas el 2% del universo de parlamentarios, donde una universidad prestigiosa como la de San Pablo (USP) tiene menos de 1% de profesores afrobrasileños, donde los alumnos negros son aquellos que llegan en programas de intercambio con países africanos?

Frei David aporta otros datos. Hablan por sí solos. Apenas el 3,8% de negros o mulatos ocupan cargos ejecutivos en las 500 mayores empresas del país, según un relevamiento encomendado por la Confederación Nacional de la Industria que agrupa al conjunto del empresariado nacional. Febraban, la entidad que reúne a los bancos del país, llegó a la misma conclusión: entre el conjunto de sus empleados, apenas 9% son personas de color. Ambas instituciones decidieron implantar programas “afirmativos” para aumentar esa proporción.

El Estatuto de la Igualdad Racial, que endosó el Parlamento luego de 7 años de debate, fue precedido por muchos otros instrumentos del mismo tipo sancionados para proteger los derechos de los indios, de los niños, de los adolescentes. Esto indica, justamente, lo que la sociedad brasileña ha tratado de ocultar: la discriminación continúa. Basta una lectura de los párrafos de la ley que fueron eliminados para comprender que el Congreso alumbró un proyecto “lavado”: se eliminó toda referencia a cupos en el ámbito político, que establecía una cuota de 10% de las candidaturas para representantes de la población negra y mulata. También dejó afuera el parágrafo que establecía que el Poder Ejecutivo Nacional podrá estimular mediante incentivos fiscales la contratación de más de 20% de trabajadores de color en las empresas.

¿Qué fuerzas impidieron al Congreso votar una verdadera inclusión de los negros?

Fue el partido Demócrata, representante de aquellos ricos muy atrasados del país, respondió Frei David.

Se trata de la organización política que derivó del ex Partido del Frente Liberal , un grupo ultraconservador conducido durante años por el fallecido senador Antonio Carlos Magalhaes. El DEM forma parte de la alianza opositora que lleva como candidato al ex gobernador paulista José Serra.

¿Qué cree usted que debe hacer el presidente Lula da Silva?

Está obligado a sancionar la ley, por aquello de que “es mejor pájaro en mano que cien volando”. Quiero aclarar que desde que Lula decretó el programa conocido como “Pro–Uni”, que subsidia a universidades que integren negros y pobres, aumentó sustancialmente la presencia de personas de color en 100 universidades brasileñas. Faltan todas las demás.



Fonte: http://www.clarin.com/mundo/america_latina/Brasil-aprueba-favor-igualdad-razas_0_282571792.html